• SINDICAL 2018
  • banner brasesul
  • multigestor 2016
  • associe se
  • super simples
  • dpvat
  • iseg
  • berckley
  • credicor rs
  • banner reforma

Palavra do Presidente

RS retomou a liderança da região sul em 2017, no setor de seguros

Quero compartilhar com vocês uma boa notícia, vinda de dados recentemente divulgados pela Susep: O Rio Grande do Sul encerrou 2017 na condição de líder na produção de prêmios de seguros na Região do Sul (sem VGBL e DPVAT), seguido do Paraná e Santa Catarina. Alcançamos R$ 7. 736.249.237,00, os paranaenses chegaram a R$ 6.667.177.518,00 e Santa Catarina ficou com R$ 3.818.204.599,00.

Respondemos por 42,46% da Região Sul e 7,78% do Brasil. Já o Paraná, terminou o exercício de 2017 com 36,59% da Região Sul e 6,71% do País. Por sua vez, Santa Catarina atingiu 20,95% da região e 3,84% do Brasil.

A boa nova mesmo, embora toda a crise econômica que o RS está atravessando, é que retomamos a nossa posição à frente do Paraná, nesta saudável disputa pela liderança do mercado da Região Sul do Brasil, pois os nossos irmãos paranaenses haviam ocupado este lugar em 2016.

Não bastasse isto, somos agora o terceiro estado na participação do mercado como um todo, com 7,78% do total.   Na frente está São Paulo, carro-chefe do mercado, com 42,53%, seguido pelo Rio de Janeiro com 10,02% e Minas Gerais aparece em quarto lugar com 7,50%.   Paraná ficou em 5º com participação de 6,71%.   Portanto, no mercado brasileiro passamos da quinta colocação em 2016 para quarta em 2017. Sem dúvidas, um grande salto do nosso Estado no ranking do mercado brasileiro de seguros.

RAMO AUTOMÓVEL 

O mesmo estudo da Susep mostra que o seguro de automóvel cresceu 6,6%, comparado com 2016, com prêmios de R$ 33,8 bilhões.   E, embora se fale muito de aumento de sinistralidade, os números do Sistema de Estatísticas da Susep mostram o contrário: em 2016 a sinistralidade da carteira auto chegou a 68,9%, enquanto em 2017 caiu para 65,5%, uma redução de cerca de 4%. As indenizações de sinistros subiram de R$ 21,8 bilhões em 2016 para R$ 22,1 bilhões em 2017, um aumento de 1,4%, enquanto o ramo auto cresceu os referidos 6,6% em prêmios arrecadados.

Ainda dentro desta disputa saudável com o Paraná, atentem para os números:

Em 2016, o mercado daquele estado produziu no ramo auto R$ 2.418.350.022 contra R$ 2.578.518.401,00 em 2017, uma variação positiva de 6,61% e participação de 37,29% na região Sul.

Já o Rio Grande do Sul produziu R$ 2.411.450.765,00 em 2016 e atingiu R$ 2.596.534.785,00 no ano passado, um crescimento de  7,68% e participação de 37,56% na região Sul.

A liderança gaúcha deve-se, sem dúvida alguma, à forte e consistente atuação do principal distribuidor, os corretores profissionais de seguros.   Os corretores de seguros gaúchos estão mostrando o seu valor.   E, não diferente disso, os corretores de seguros brasileiros estão mostrando que impulsionam de forma decisiva o progresso do mercado segurador nacional.   De norte a sul, devemos nos orgulhar pela marca atingida e seguir trabalhando cada vez mais para alcançarmos patamares mais expressivos, sempre com a presença do corretor de seguros em todos os negócios. 

Parabéns à todos os gaúchos, corretores e operadores, pelo grande desempenho de 2017.

Um abraço fraternal

Ricardo Pansera – Presidente do Sincor-RS

Tags: Palavra do Presidente

rodape 50anos 990